terça-feira, 21 de outubro de 2008

Ich habe genug, BWV 82a, J S Bach

A primeira ária desta linda cantata acredito que seja a música ideal para quem gosta de escrever poesia. Ou pintar quadros. Um oboé que desliza como aquarela sobre a tela do acompanhamento de cordas. A primeira vez que ouvi esta ária foi num filme, "The Turning Point", sobre um livro de Fritjof Kapra, e desde aquele momento senti que esta música realmente é mágica. Depois, um amigo, e um dos maiores entendidos de Bach que conheço, Flávio Giordani, fez uma audição em sua casa, comentando ponto a ponto. Para poetas, pintores, artistas... para todo ser humano. A versão abaixo é a primeira ária, cantada por Thomas Quasthoff, interpretada por Berliner Barock Solisten, selo Deustch Grammophon.

Nenhum comentário:

Postar um comentário