quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Hebreus, filisteus e guerra santa

Nesta semana, fiz uma enquete aqui no blog e o resultado foi que 75% dos votantes acham que a solução para o oriente médio reside na adoção de um estado completamente laico. Outros 20% acham que reside em sanções tanto para Israel ou também algum outro país que suporte ações terroristas. 5% dos votantes acham que a solução é a destruição de Israel.

Um pequeno comentário sobre o fato de um estado completamente laico. Se formos até a Bíblia, no velho testamento existem diversas passagens interessantes sobre hebreus versus filisteus. E onde os filisteus moravam? Meus caros, moravam lá mesmo, na faixa de Gaza!

Segundo a Bíblia, Deus dera ao povo de Israel, por intermédio de seu guia Moisés, após o cativeiro no Egito, aquela famosa terra onde jorra leite e mel, vulgo Canaã. No entanto, aquela terra estava habitada por diversas tribos (algumas delas conviviam em paz com a tribo de Jacó -- ou Israel -- antes do cativeiro egípcio). No entanto, agora, a terra deveria pertencer apenas ao povo escolhido de Deus. E quem estivesse ali deveria ser esmagado.

Sucedem-se então vários episódios protagonizados pelo herdeiro político de Moisés, o juiz Josué. No entanto, havia uma tribo que teimava em permanecer: a tribo dos filisteus, que morava na cidade de Gaza. Lembram da história de Sansão e Dalila? Quem cortou a cabeleira de Sansão foram os filisteus e Dalila pertencia a esse povo. Lembram de Davi e Golias? Golias era um "gigante" da tribo dos filisteus.

E agora parece que tudo está se repetindo como há 3000 anos. Israel volta de um cativeiro na Europa. Encontram na terra santa os novos filisteus, vulgo palestinos. Os palestinos, assim como os filisteus, não gostaram nada daquilo. E sai da frente que agora não é mais arco-e-flecha: é míssil e foguete, metralhadora e tanque de guerra. Quem é o novo Davi e quem é o novo Golias?

Eu sei muito bem que quem acredita piamente no velho testamento está do lado de Israel. Porque ali diz que Israel é o povo escolhido. No entanto, tem várias passagens em que Deus se torna irado contra Israel: lembram do bezerro de ouro, da escolha de Saul como rei e do culto a Baal?

Por outro lado, grande percentagem do mundo acredita mesmo é no Alcorão, que diz que o muçulmano, aquele submisso a Deus, é o povo escolhido. Encrencou, né?

E agora, Deus está de que lado? De Israel, auto-intitulado o povo escolhido, ou do Islã, auto-intitulado o povo submisso a Deus? Se existe Deus, segundo os meus cálculos, eu tenho a leve impressão que Ele nada tem a ver com guerra e matança. Guerra e matança é com o Diabo, com o Satan ou Sheitan (como chama o muçulmano). Se todos continuarem nesse ódio sem fim, foi mandar um email para o rabino-mor lá da sinagoga e para o imã-mor lá da mesquita: ora bolas, que tal saírem do armário e se converterem de uma vez por todas para a Igreja Universal do Reino do Capeta?

Um comentário:

  1. `´É muito triste vermos os homens cometendo tais brutalidades como é o caso da guerra, bem acho que a melhor opção é tentarem entra num acordao para que vivam em paz. Já Israel não cumpriu à mais 3.000 anos o que Deus ordenara que era acabar com toda aquela gente ( falo isso não como terrorista ou genocida, longe de mim, é que Deus mandou destruir aqueles povos antiggos na terra prometida justamente por que eles eram de natureza ruim, muito malvada, queimavam e cortavam os seu filhos e oefereciam à deuses de madeira, de prata e de ouro, deuses, estátuas feitas por mãos humanas, esse povo era mau, terrorista,eram pedófilos, relaizavam orgias absurdas em adoração à esse Deuses. Era um povo perigossísmo, por isso Deus mandou os matar. afinal quando Israele deixou a terra de Canaã para procurar comida no Egito, eles ficaram escravos deles 430 anos e quando retornaram a sua terra tinha sido invadida, ou seja, DEUS NÃO TOMOU A TERRA DOS CANANEUS, na verdade Deus a DEVOLVEU para o povo de Israel, mas Israel pela desobediência acabou contaminado com a cultura e imoralidade desse povo fazendo as mesmas coisas que eles ( os antigos cananeus que hoje são os de Gasa, os palestinos de agora.
    Deus sempre traça os caminhos perfeitos, o homem é que anda por caminhos tortuosos, os quais só trzem descgraça e guerras, EU SOU CONTRA A GUERRA!!! SOU A FAVOR DA GUERRA ESPIRITUAL, OU SEJA AQUELA QUE SE LUTA CONTRA AS TREVAS, O PECADO E SATANÁS............................DEUS NÃIO QUER VER HUMANO MATANDO HUMANO.

    ResponderExcluir