quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Mortos na Palestina... Mas e o Congo? E o Sudão?

Em geral nossos olhos se distanciam de tudo que é relacionado à África. A violência, a guerra, crimes contra os direitos humanos e toda sorte de "experimentos" da indústria farmacêutica e da rede de tráfico de armas ocorrem naquele continente. Enquanto isso, nossos olhos ficam focados apenas no oriente médio: a mídia gosta de enfocar o oriente médio, onde estão os ricos xeques árabes e onde estão os judeus donos dos bancos mais poderosos da Suíça.

Mas na África, só tem imundície e tirania. Pobreza e ignorância. Para quê ficar pensando em África?

Só um exemplo simples e ultra-mega-recente: nos últimos dias de dezembro passado, um grupo radical de Uganda entitulado "Exército de Resistência do Senhor", assassinou brutalmente 400 pessoas na República Democrática do Congo. Esse tal exército é um dos muitos que recrutam crianças e adquirem armas que surgem como que por encanto, retiradas da mágica cartola de alguém que provavelmente mora em uma rica cobertura em Nova Iorque.

Além disso, cerca de 20 mil pessoas foram forçadas a fugir para as montanhas por temer ações dos tais rebeldes.

Em entrevista à BBC, o coordenador de uma ONG católica no Congo disse: "Todos os vilarejos [atacados] foram queimados pelos rebeldes. Não sabemos ao certo onde está a população porque os vilarejos estão vazios."

Sobre os assassinatos, algumas das vítimas teriam morrido com golpes de facão, e outras, empurradas em fogueiras. Uma testemunha disse que cinco pessoas foram hospitalizadas depois que tiveram os lábios cortados como advertência para que não falem mal dos rebeldes.

Conforme informação de Tamara Pedron no comentário a este post, a situação no Sudão é ainda muito mais grave. Depois que o governo britânico saiu daquele país em 1956, uma série de ditadores sanguinários têm tomado o poder. O atual ditador, Omar al-Bashir, é presidente desde 1989, e em nome de Alá tem feito coisas totalmente sem lógica, como extermínios em massa de opositores, tribos de etnias diferentes e não-islâmicos. Veja uma matéria completa em:

http://veja.abril.com.br/241208/p_088.shtml

A situação é muito mais complicada que a do oriente médio, mas deixaram de falar dessa chacina e tantos outros focos de guerras africanas. Situação muito complicada onde os esforços são trilhões de vezes menores que aqueles do oriente médio: sem xeques árabes petroleiros e motivantes judeus banqueiros, para quê ficar se preocupando?

Especificamente sobre o Sudão, o sítio do governo:

http://www.sudan.gov.sd/en/

Sugiro enviar uma mensagem para o presidente do Sudão, o ditador Omar al-Bashir:

o_president@sudan.gov.sd

É difícil entender todos os aspectos dos problemas na África. Muitos deles estão relacionados a lutas entre tribos de etnias diferentes. Outros são ligados à pura e gananciosa exploração comercial da indústria ocidental. Existem alguns filmes que tentam retratar tais aspectos de maneira mais ou menos didática. Sobre estes recentes problemas em Uganda com o Exército de Resistência do Senhor, há o ótimo documentário War Dance. Sobre o tráfico de armas, o já bem conhecido O Senhor das Armas; sobre a indústria farmacêutica pirata, O Jardineiro Fiel (clique e você entrará num sítio não só dedicado ao filme, mas também a ajuda humanitária no Quênia); sobre os ditadores africanos tem O Último Rei da Escócia. E por aí vai. Quem se lembrar de mais algum interessante, é só postar nos comentários.

4 comentários:

  1. Hotel Ruanda , muito bom (e triste claro).

    ResponderExcluir
  2. Já que está falando da África, vale comentar sobre Darfur, no Sudão. Mais de trezentas mil pessoas assassinadas já é muito mais que um genocídio silencioso. Ma qui se refrega?
    Leitura rápida em
    http://veja.abril.com.br/241208/p_088.shtml (para não perder o sono e nem se irritar com todos os holofotes voltados para a pauleira eterna no oriente médio).

    ResponderExcluir
  3. Oi Tamara. Excelente essa matéria. Essa crise no Sudão, eu arriscaria dizer, é a maior crise humanitária do planeta Terra. O site do governo do Sudão:

    http://www.sudan.gov.sd/en/

    O email do presidente do Sudão (o ditador Omar al-Bashir)

    o_president@sudan.gov.sd

    Vamos encher o saco desse cara!

    ResponderExcluir
  4. Sobre Ruanda além do excelente Hotel Ruanda, tem um filme excelente chamado Abril Sangrento.

    ResponderExcluir