sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Juro que é a última de política do mês

Aristóteles já dizia que o homem é um animal político. E já que estamos à beira da eleição, não consigo me segurar. Só mais umazinha. Ou melhor "duazinhas".

A primeira, todos já sabem: Roriz, candidato a governador do DF, desistiu da eleição e colocou a esposa no lugar. Como é que o STF pôde empatar a votação?

A segunda, coisa que me parece bem interessante, dado que considero Pedro Simon e Cristovam Buarque duas singularidades dentro do Senado (basta assistir à TV Senado para perceber isso), vem de uma notícia da Folha Online de hoje:

"O senador Pedro Simon (PMDB-RS), cujo partido apoia a presidenciável Dilma Rousseff (PT), vai declarar nesta sexta-feira apoio à candidata do PV ao Planalto, senadora Marina Silva.

Os dois farão pronunciamento conjunto nesta tarde, em Porto Alegre, informou o comitê de Marina.

No último dia 7, Simon disse ao jornal "Zero Hora" que a eleição de Dilma era "o melhor para todos".

Durante a campanha, Marina citou Simon diversas vezes ao falar da ideia de uma constituinte para a reforma política."

Nenhum comentário:

Postar um comentário