quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Neutrinos mais rápidos que a luz são erro de experimento

Saiu hoje notícia na Science Magazine, que a detecção de neutrinos mais rápidos que a luz, através do laboratório italiano OPERA, no último mês de setembro, de fato era só um erro de conexão entre um GPS e um computador. Isso fez com que o experimento detectasse a viagem de um neutrino entre o CERN e o Gran Sasso com velocidade mais rápida que a da luz.

Afinal, respondemos então à questão em aberto publicada na postagem "Mais rápido que a velocidade da luz?".

Mais uma vez, gostaria de agradecer aos amigos André Tognolli Lima e Cláudio Barreto por me chamarem a atenção para o ocorrido em setembro.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Meat is murder (Morrissey)

Ônibus da Princesa dos Campos assaltado no caminho entre Guaíra e Curitiba

Repassando informação sobre assalto a ônibus da Princesa dos Campos, ocorrido na data de 13/02/2012. A empresa tem o dever moral de indenizar os passageiros!

Recebi essa informação através do facebook do amigo Marcos Vinicius Souza.


Oi pessoal, olha só, para todos que utilizam os péssimos serviços prestados pela Viação Princesa dos campos, fiquem atentos, pois nessa última segunda-feira dia 13 por volta das 22:30 o ônibus que eu estava que seguia viajem de Curitiba para Palotina, foi cruelmente sequestrado e assaltado por 4 ladrões devidamente armados, que desviaram a rota do ônibus aproximadamente 20km em uma estrada de chão na região de Araucária onde em um lugar no meio do mato acabaram por levar todos os pertences de valor dos passageiros desse ônibus, sem contar no constrangimento em ter que tirar a roupa e estar sujeito a levar um tiro na cabeça a qualquer momento etc... pior é que a empresa informou que não irá indenizar os passageiros, de qualquer forma alguns passageiros estão se mobilizando para entrar com uma ação contra a empresa, então fica o alerta pra todos que utilizam esses ônibus que não tem praticamente nenhum sistema de rastreamente para melhor segurança contra esse tipo de situação. Abraço a todos

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Budismo e Yoga. Satanismo?

Aleister Crowley. Em 2002 eleito pela BBC como um dos 70 homens mais influentes da Grã-Bretanha.

Mas quem foi Aleister Crowley?

Em resumo, Aleister Crowley não se auto-denominava um satanista, mas sim um hedonista, mago, enxadrista e alpinista. Entre os anos 1887 e 1897, Crowley deixara de ser evangélico missionário, abandonou a Universidade de Cambridge e mergulhou fundo no estudo do ocultismo e das magias branca e negra, através da Ordem Hermética da Aurora Dourada.

A fama de Crowley no ocidente se deu graças aos Beatles e a movimentos satanistas.


Os Beatles estamparam Aleister Crowley na capa do álbum Sgt Peppers Lonely Hearts Club Band, de 1967.  Por quê? O objetivo era projetar aqueles que mais influenciaram a opinião pública do século XX.

Segundo o fundador da Igreja de Satã, Anton LaVey, Crowley foi um dos maiores nomes que influenciaram o satanismo.

Mas de que modo Aleister Crowley teria influenciado a opinião pública e movimentos particulares como o satanismo LaVey?

A resposta é simples: em 1904 ele escreveu um livro denominado "O Livro da Lei", ou Lei de Thelema. Este livro é basicamente um guia para o hedonismo, movimento filosófico que prega que o principal objetivo do ser humano deve ser a busca pelo prazer e o individualismo auto-indulgente. Pode ser resumido em uma frase do próprio Aleister: "faze o que tu queres pois tudo é da lei", repetida por Raul Seixas na música "Sociedade Alternativa".

Quando Anton LaVey fundou o satanismo em 1966, usou o "Livro da Lei" de Crowley para escrever "A Bíblia de Satã".

Agora entremos na pergunta do título: Budismo e Yoga fazem parte do satanismo segundo a ótica LaVey ou outras óticas satânicas? Basicamente o satanismo LaVey utiliza ritualismo esotérico hedonista sem acreditar necessariamente que haja um entidade espiritual chamada Satã. Diferentemente do satanismo demoníaco que introduz a adoração ao diabo e rituais de sacrifício humano como itens indispensáveis ao sucesso do satanista.

Inicialmente, não vejo o budismo enquadrado no esquema Crowley-LaVey. O budismo foi fundado no século 6 a.C. por Sidarta Gautama e  prega o oposto do hedonismo. Segundo Buda, a raiz de todo o sofrimento humano está no desejo e no apego ao desejo. Ademais, como não existem rituais sacrificiais no budismo, e nem a adoração de entidades, constata-se que seria injusto enquadrar o budismo no satanismo LaVey ou no satanismo demoníaco.

Segundamente, sobre yoga, ela é uma filosofia indiana que tem tantas vertentes e correntes que é impossível que todas elas se encaixem na filosofia hedonista. Para ser mais específico, a maioria das correntes são contrárias ao hedonismo e pregam uma rígida auto-disciplina. Como yoga é uma filosofia distinta da filosofia hiduísta (ou vedantista), também não existem rituais de sacrifício de animais ou de humanos, o que excluí o sistema yoga de qualquer indício de que seja satânico.

O denominado satanismo, segundo a visão judaico-cristã ou islâmica, tem relação com LaVey e sua doutrina ou qualquer movimento que pregue magia negra. Existem ainda alguns mais fanáticos que argumentam que qualquer religião pagã antiga ou atual tem caráter satânico, o que de fato é um exagero e falta de conhecimento, já que nas religiões pagãs nem existe a figura do diabo, mas de deuses artificiais criados para entreter o povo em rituais sem sentido, embora eu as respeite profundamente. Um exemplo de religião denominada "pagã", de caráter neo-xamanista, que ainda existe hoje: candomblé.

De fato, muitos movimentos ocidentais atualmente consideram o budismo e o sistema yoga como partes de movimentos satânicos. Como nunca eu vi razão para isso, fiz uma longa pesquisa para tentar entender os por quês.

O que descobri:

No ano 1900, um amigo de Aleister Crowley chamado Oscar Eckenstein começou a se interessar por budismo e yoga. Sugeriu a Aleister que começasse a praticar yoga pois o mesmo se comportava de forma muito inquieta. Eckenstein, segundo consta, logo depois, virou um monge budista. E Crowley passou a praticar yoga, sentindo os resultados de tranquilidade que em geral a yoga produz em qualquer um que a pratique.

Em resumo:

Aleister Crowley influenciou o satanismo LaVey.

Os movimentos de teoria da conspiração criaram a imagem de que tudo o que Aleister Crowley praticou em vida pode ser considerado como satanismo.


Assim, se Aleister Crowley praticou yoga, isto portanto deve ser considerado satanismo?

Um amigo de Aleister Crowley se transformou em monge budista, e por isso o budismo deve ser satanismo?

Aleister Crowley praticou alpinismo, que portanto deve ser satanismo?

Aleister Crowley era um dos maiores jogadores de xadrez da Inglaterra. Isso torna o xadrez um jogo satânico?

Aleister Crowley foi evangélico (irmão Plymouth) em sua mocidade. Isso torna o evangelismo um movimento satânico?

Muita gente afirma que Crowley
é um illuminati. O chapéu do olho que tudo vê
é atribuído ao movimento maçom, e outros grupos
herméticos, que a esta altura devem ter uma raiva infinita
de Crowley. Hoje a maçonaria
também é considerada satanista por
grupos fanáticos por causa da foto acima.
Em última análise, cheguei à conclusão que Crowley e esses modernos satanistas não ensinam nada de novo, já que o hedonismo, derivado do epicurismo grego, é filosofia muito antiga. A aristocracia do mundo greco-romano era essencialmente dividida em epicuristas e estóicos. O estoicismo é uma filosofia que tem muito em comum com os preceitos de Jesus Cristo, de Buda ou da yoga. Prega o desapego às coisas materiais e aos desejos carnais.

Crowley e LaVey eram pessoas muito exageradas que não ensinaram nada de novo. Charles Fourier, por exemplo, tem muito mais a ensinar do que o melhor de Aleister Crowley. O satanismo de LaVey e seus adeptos, como Marilyn Manson, se destacam mais como protesto anti-cristão do que algo que de fato deva ser levado a sério. O esoterismo confuso de Crowley (assim como a teosofia de Blavatsky ou os grupos arianos alemães do início do século XX) e o satanismo exibicionista de LaVey são dois movimentos que beiram o ridículo, tornando-se facilmente alvo da chacota e cinismo popular.


quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

O vírus da notícia falsa assola a internet

Não sei quem as cria. Mas muita gente acredita.

Um exemplo renomado e decadente é o que noticiou que cristãos foram queimados vivos por muçulmanos da Nigéria.

Tomou-se uma foto das consequências da explosão de um caminhão tanque no Congo. Quase 300 corpos carbonizados no meio da rua.

Assim que se tem a foto em mãos, pode-se inventar o que quiser para explicar o ocorrido.

Sem dúvida, algum grupo de cristãos fanáticos  inventou a falsa história para fabricar a falsa ideia de que existe uma nova onda de perseguição aos cristãos no mundo.

Voltemos no tempo... Entre os anos 50 d.C. e 300 d.C. realmente o Império Romano caçava cristãos para morrer no circo por considerá-los uma ameaça ao estado. Depois da conversão de Constantino ao cristianismo, mais ou menos no ano 311 d.C., houve algumas décadas de paz e muitas religiões conviviam em paz no Império. Por volta do ano 380 d.C., o imperador Teodósio decretou que a única religião oficial do império era o cristianismo e que qualquer outra era proibida sob pena de morte. E a perseguição a pagãos, judeus e correntes cristãs que destoavam da corrente principal, foram massacrados no Egito, na Grécia, na Itália, no Oriente Médio, na Espanha...

Os perseguidos tornaram-se perseguidores...

Assim é a história: as minorias sempre são perseguidas, pois o medo do diferente é a consequência mais infeliz da complexidade da mente humana.

Veja mais em:
http://judsoncanto.wordpress.com/2011/11/04/noticia-de-cristaos-queimados-vivos-e-falsa/

Congoleses mortos em explosão

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Charles Dickens -- Ano 200

Quando eu tinha uns 6 anos de idade, lembro de um desenho animado na televisão. Uma pequena menina loira ao qual o personagem principal, apenas um menino, se apaixonava. Não acompanhei a história por completo na minha cabeça de criança, mas a imagem da menina loira e de sua arrogância infantil alimentada por uma tia ambiciosa, permaneceu em meu imaginário por muitos anos.

Aos 15, descobri que aquele desenho animado, reprisado um dia na TV Cultura por um acaso do destino, se tratava da edição visual do clássico "Grandes Esperanças" (Great Expectations) do escritor inglês Charles Dickens.

Lembro que no dia seguinte fui à saudosa biblioteca da AABB de Recife e rapidamente devorei o livro. Trata-se do romance que narra as desventuras de pequeno de Philip Pirrip (Pip), seu encontro com um condenado às prisões australianas e a vultuosa fortuna que herda misteriosamente. A relação de Pip com o condenado, quando este volta da Austrália quando aquele já é rapaz adulto, é o ponto forte da obra. Mostra o conflito entre um homem finamente educado e um pobre desafortunado ex-preso. Sem falar da reflexão gerada em torno do imperialismo inglês vigente à época.

Outros livros importantes de Dickens que li mais tarde são "Um Conto de Natal", "Oliver Twist", "David Copperfield", e tantos outros. Para ler estas obras online, acesse:

http://www.charles-dickens.org/

Abaixo um tributo coletado no youtube:



Charles Dickens nasceu em Portsmouth, Inglaterra a 7 de fevereiro de 1812. Hoje, comemoramos 200 anos da chegada de um inestimável escritor à altura dos maiores.

Mais sobre o caso Pinheirinho.

O caso Pinheirinho, a expulsão violenta das 2.000 famílias que moravam num terreno de uma empresa falida do especulador Naji Nahas, é comentada abaixo pelo jornalista Ricardo Boechat:

O caso Pinheirinho de forma didática...

Olavo de Carvalho

A primeira vez em que ouvi o nome deste senhor foi em 2004, através do grande amigo Alberto Krone-Martins. O que fiquei sabendo: era um filósofo que defendia a volta do modus vivendi da filosofia da idade média, aquela de Tomás de Aquino, i.e., a revivência de Aristóteles.

Depois disso, não dei muita bola por vários anos.

Em 2010 voltei a ouvir rumores sobre o tal Olavo, com maiores detalhes sobre o seu pensamento. Fui atrás e li algumas coisas e ouvi alguns vídeos que ele posta em seu blog.

Quem é afinal Olavo de Carvalho? Do que li na wikipedia e mais do que vi pessoalmente:

1) Um jornalista que era astrólogo e estudou filosofia autodidaticamente.
2) Defende abertamente suas ideias de direita e conservadoras.
3) Extremamente erudito, tem um discurso envolvente, agressivo e intimidador.
4) Católico ardente, de fato defende uma posição pré-renascentista e pré-iluminista, onde Newton é um daqueles que estragaram a História e Tomás de Aquino é o ser que deveria ser seguido por todos.
5) Apesar de católico, é muito cuidadoso em dizer que não se deve acreditar em bispos porque...
6)... porque dentro da Igreja Católica estão infiltrados muitos bispos de esquerda comunistas, com um discurso de teologia da libertação mascarados.
7) De fato, para Olavo de Carvalho, o comunismo é uma ideologia do capeta, porque... Bem, até agora não consegui entender bem o por quê ele afirma isso, mas tenho impressão que ele não gosta de nada que venha da esquerda por esta ser, nas palavras dele, pouco confiável, mentirosa, instável, ameaçadora da democracia autêntica, usurpadora da propriedade civil em prol do estado, abortista, revolucionária, etc. Da mesma forma, ele odeia qualquer espécie de liberalismo.
8) Usando de sua audácia e profunda erudição, ele tenta desbancar qualquer argumento em favor de qualquer corrente de esquerda ou do liberalismo.
9) É adepto de teorias da conspiração, desde que sejam "bem documentadas", como por exemplo, o desprezo por uma tal "nova ordem mundial", que segundo consta tem relação com a homogenização da cultura e economia globais.

Confesso que Olavo de Carvalho me parece um mal necessário num mundo onde o conservadorismo é visto pelas classes intelectuais como algo desprezível. Abertamente sou um libertário e adepto da avant-garde, mas também acredito que a conservação de certos valores culturais também é importante para o crescimento do indivíduo. Concordo com Olavo de Carvalho em relação à música, por exemplo. Para mim, o pico máximo da música ocorre com Johann Sebastian Bach, com picos harmônicos em Beethoven, Wagner, Debussy, Mahler e Messiaen. Musicalmente a cultura pop não consegue oferecer o que estes compositores conseguiram oferecer.

No entanto, caro Olavo de Carvalho, acredito que na tentativa de manter o mesmo discurso conservador de sempre, o senhor peca na criação de argumentos exagerados contra a esquerda, transformando qualquer esquerdista em um "papa-fígado", utilizando essa ideia em praticamente um axioma de sua lógica. De forma que em última instância, sua lógica se transforma numa doutrina maniqueísta que lhe rende a audiência cativa de seus fãs.

p.s.: Ações direitistas infames, como por exemplo a desocupação violenta do terreno do Pinheirinho não gera qualquer comentário por parte de Olavo. Pelo menos, dos vídeos que assisti datados do ano 2012, ele não tece uma única palavra sobre o caso.

O blog do Olavo de Carvalho pode ser aberto em:

http://www.olavodecarvalho.org

Obs.: Ouvir os vídeos desse senhor pode causar a leve impressão de que ele está certo em tudo. Se você começar a sentir isso é sinal de que está na hora de parar para pensar um pouco...