sábado, 22 de dezembro de 2012

Duas versões com instrumentos originais do Magnificat de Bach

Para comparação, duas versões do Magnificat de Bach (BWV 243), tocado por duas orquestras que preservam a qualidade musical barroca com instrumentos originais de época.

A primeira, contendo apenas o primeiro coro da obra, é uma versão da Academy of Ancient Music de Cambridge, que conheci pessoalmente e acredito que seja detentora de uma grande bagagem no ramo da orquestração com instrumentos originais. A orquestra já ganhou Grammy e Brit Awards. A direção é de Richard Egarr.

A segunda versão contém a obra inteira, e é interpretada pela Concentus Musicus de Viena, dirigida por Nikolaus Harnoncourt. Nunca assisti ao vivo um concerto desta orquestra, mas tenho acompanhado muitas interpretações através de DVDs e do próprio youtube. Também utiliza instrumentos de época e já levou os prêmios Gramophone e Cannes.



Academy of Ancient Music


Concentus Musicus

Um comentário:

  1. Notem que a versão do Concentus Musicus é mais pausada, e é uma apresentação oficial em sala de concertos. A versão do Academy of Ancient Music é mais rápida e mais "forte", e foi gravada em um estúdio de ensaios. Notem também que o coro do Concentus Musicus é maior, dando mais brilho às vozes. Em ambas as versões podem ser notadas algumas falhas na trombeta barroca, que é um instrumento não muito fácil de controlar.

    ResponderExcluir